Eu tenho um sonho. O sonho de ver meus filhos julgados por sua personalidade, não pela cor de sua pele.
Martin Luther King















I have dream, a célebre frase que certamente você já viu ecoando pelos blogs e sites sobre cultura e empoderamento negro, mais você sabe o quão poderoso e entusiasmante  foi o contexto do discurso dessa frase? E quem foi o líder ilustre que trouxe esperança aos que estavam na luta pelos direitos civis ao povo negro nos EUA? 
Com certeza você já o conhece, talvez não o fora devidamente apresentado, por isso eis me aqui, hoje irei falar sobre o inesquecível Martin Luther King, o pastor que salvou mais do que almas, salvou corpos e mentes da opressão racial.
Hoje, 15 de janeiro de 2015, King completaria 86 anos, infelizmente fazem 47 que ele se foi, após anos de intenso ativismo e liderança política no Movimento de Direitos Civis dos EUA com uma forte campanha de não violência, e sim, como ele mesmo pregava baseado em Marcos 12.31, amando o próximo como a si mesmo.
King era pastor da Igreja Batista da cidade de Montgomery, porém jamais permitiu que as falácias sobre sua fé cristã abalasse seu posicionamento ativista na luta negra. Ele teve importante participação em principais eventos que marcaram a luta pelos direitos para negros e mulheres, como o boicote aos ônibus de Montgomery após uma cidadã negra, Rosa Parks , ter sido presa por se negar a ceder lugar à um cidadão branco em um transporte público. 

A intensa participação de King na cena da época o levou à inesquecível Marcha sobre Washington em 1963, que reuniu mais de 250.000 pessoas na cidade para clamar, discursar, orar e cantar por liberdade, trabalho, justiça social e pelo fim da segregação racial contra a população negra do país, e em 28 de agosto de 1963,  nos degraus da Lincoln Memorial finalmente, ele faz o célebre discurso I HAVE DREAM, considerado um dos maiores discursos na história e eleito o melhor discurso estadunidense do século XX numa pesquisa feita no ano de  1999.  
King e Rosa Parks
“I have dream : Eu tenho um sonho!” foi e é inspiração diária para todo o povo negro que sente fervilhar o sangue e o coração ao se deparar com tantas injustiças raciais que atravessam décadas. Hoje é o dia de agradecer aos céus por ter enviado este homem iluminado que nos doou tudo de si para que pudéssemos ser nós mesmos sem que isso seja um fardo, nos deu voz, mesmo que a mesma tente ser abafada diariamente pelos opressores assim como silenciaram a dele em um covarde assassinato em 4 de Abril de 1968.
Dr. Martin Luther King, Jr. and Coretta Scott King on the five-day march to Montgomery, Alabama, March 25, 1965.
King despertou tanto ódio naqueles que defendiam a segregação racial nos Estados Unidos, que durante quase toda sua vida adulta, foi constantemente ameaçado de morte por grupos que detinham o poder no país. Os agentes do FBI investigaram-no por possíveis ligações comunistas, gravaram seus telefonemas, inventaram boatos sobre relações extraconjugais e em uma ocasião, enviaram a King uma carta anônima ameaçando-o e sugerindo que ele cometesse suicídio, mais nada, nada disso deixou que o sonho do pacifista morresse dentro dele, e essa força, essa garra fez com que a voz dele passasse a ecoar eternamente dentro de nós. 
O discurso de King será sempre vivo e não haverá perseguição capaz de conter os sonhos que suas palavras cultivam em nossos cansados corações. 
No exemplo de vida dele, enfim podemos respirar esperança, em um Brasil onde casos e mais casos de racismo nos sufocam diariamente. Na luta que ele tomou frente vemos um brilho que pode lumiar o Sul dessa América também, e fazer com que cada preto e preta desse país seja um Luther King da sua própria quebrada e que o sonho tome a proporção necessária para torna-se realidade. King já sabia o que Vaz nos recitou: "Enquanto eles capitalizam a realidade, eu socializo os meus sonhos." E socializou comigo, eu o multipliquei e divido com quem quer que cruze os meus caminhos. Sonhar com a liberdade de Cláudias, Amarildos, Mirians é estender a existência de King. 
Há 86 anos atrás nascia Martin Luther King, com ele a coragem e o sonho que viveria além de sua vida. Somos eternamente gratos pastor, líder, pacifista, sonhador, sua voz jamais se calará em nossa alma, você morreu pelo que muitos sonhavam, e isso é sublime e inesquecível.


“Se um homem não descobriu nada pelo qual morreria, não está pronto para viver.” - M.L. King

“Talvez não tenhamos conseguido fazer o melhor, mas lutamos para que o melhor fosse feito. Não somos o que deveríamos ser, não somos o que iremos ser.. mas Graças a Deus, não somos o que éramos.” - M.L. King


E pra quem conhece pouco sobre ele, deixarei aqui embaixo links sobre sua biografia, um livro com os melhores sermões, um filme que retrata muito bem o período de luta pelos direitos civis para quem não sabe o que foi, e um link sobre o filme "Selma" que conta sobre as marchas lideradas por King, a estreia aqui no Brasil está prevista para 25 de janeiro.  Espero que gostem. Karola! 

I Have a Dream speech, listen here.


Imagens: Pinterest / achievement.org / americanrhetoric.com

Fonte: Special MLK



Deixe um comentário